quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

2009, minha estrela dançarina

Quando 2007 chegou ao fim, eu achei meio injusto imaginar que 2008 pudesse ser melhor. Será que não seria um exagero? Afinal, o ano tinha sido tão intenso, tão feliz que parecia impossível que 2008 pudesse ser ainda mais. Mesmo o que foi sofrido teve seu propósito e acrescentou um bocado de maturidade e discernimento à minha vida.

Mas, aí, chegou 2008 e, dia-a-dia, eu prestei atenção. Aprendi com tanta gente o tempo todo que a impressão que me dá é que vivi 10 anos em 1: 2008 termina hoje com um saldo gigantemente positivo e nobre.

Conquistei, cultivei, entristeci, chorei, reinventei. Aprendi a brigar, soltei a voz, consolei, respondi (ainda falta aprender a perguntar mais). Redescobri uma paixão: escrever! E escrevi muito, o ano inteiro. Sobretudo, foi um ano em que amei. Amei de verdade, do fundo do meu coração minha família, reencontrei uma parte dela, e amei, e cada amigo de maneira diferente, com a singularidade que cada um possui. Amei meu trabalho, meus projetos e meu caminho. Compreendi e amei meu jeito de ser, meu ritmo antes tão criticado por mim mesma, minhas escolhas, esse meu olhar tão oblíquo algumas vezes.

O futuro, que antes eu pensava em construir sozinha porque acreditava que é assim que cada um devia fazer, hoje aceito que não é mais: futuro a gente planeja e constrói junto.

2008 foi tão possivelmente melhor do que 2007 não por milagre ou por simples desejo de quem pula as 7 ondinhas. 2008 foi grande por consequência, fruto da dedicação e do esforço as quais me propus. As crises sempre foram imensas e companheiras a minha vida inteira e é só por elas que eu entendo (ou entendo que é possível entender).

Como já dizia meu Nietzsche, em Zaratustra: "é preciso um grande caos interior para parir uma estrela dançarina". Venha brilhar, minha estrela dançarina, 2009 está chegando!

Feliz, feliz, feliz ano novo desde já e sempre, todo dia e a cada noite. Que seja novo nosso desejo, nova a nossa amizade, fresca e linda nossa vontade, firme e determinado o nosso objetivo.

Feliz, alegre, risonho: que seja eterna a nossa vida e que haja vida sempre viva em nosso coração.

Um beijo grande, obrigada e até ano que vem!

3 comentários:

Nanci disse...

Feliz Ano Novo!!!! Que 2009 seja surpreendentemente mágico para todos nós!!

E espero que nos conheçamos mesmo este ano!! :-)

Beeeijo!

Por Gabriela Athayde disse...

Que delícia de texto! Feliz 2009 para vc tb!!! Beijoooo

Maurício de Souza disse...

2009... Mais uma oportunidade de construir... tudo aquilo que realmente desejamos

FELIZ 2009 ACÁCIA!!!