quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Patrícia e sua saudade


Lembram da Patrícia, a pessoa que conheci durante um seminário e que me impressionou muito pela intensidade? Pois é, lendo meu blog ela viu o cometário que fiz sobre ela e tal. Fez uma observação por lá, explicando melhor aquilo que eu não havia entendido na sua total dimensão. Adorei. Adorei.

Aí, de presente, ela me enviou algumas coisas que tem escrito. Estou insistindo com ela para que faça um blog: história não falta! Vou continuar insistindo até que ela nos brinde com um tanto da sua sensibilidade.

Uma dos textos que recebi da Patrícia está logo abaixo. Fala da saudade. A dela, mas que é parecida com a nossa.

Um beijo, obrigada Patrícia :)

Ausência

sua cabeça no meu travesseiro,
a minha volta, suas memórias,

meu pobre corpo,
sua ausência não entende,

assim, persisto,
uma insistência ilógica,
onde fantasio, e
sempre te recrio,

e neste exercício louco,
entre vida e memória,
me confundo e me perco.

Tento como dever diário,
fazer de minha rotina,
um ritual de desapego,

no entanto,
sei que te carrego,
por toda a eternidade.

(Patrícia Gonçalves)

Nenhum comentário: