sexta-feira, 3 de abril de 2009

Além do amanhecer


Alguns chamam de carma, outro de destino, má sorte ou super-ego. O nome não importa muito, a mente tem prisões que limitam o coração.

Hora da liberdade: se a mente preferir a prisão, que fique para trás e só, eternamente abandonada. O que o homem merece é ter o coração feliz, sem orgulho, sem medo, sem culpa. E compartilhar, porque "a felicidade nasceu gêmea" (Byron).

Nenhum comentário: