terça-feira, 20 de abril de 2010

Império de Acácia


Nasci tímida, me soltei um pouco depois, vesti máscara de moderninha, voltei careta, mergulhada em tradições e não entendi mais quem eu era. Me julguei "boa e simples", me descobri arrogante e egoísta, pra compreender depois que a Acácia era uma mulher taurina-teimosa que só ia parar de tentar se conhecer quando isso acontecesse de fato.

Conheci o desespero para depois encontrar a gratidão. Vivi a solidão desse mundo pra entender a união e me alegrar com ela. Mergulhei incontáveis vezes no marasmo para aprender a cultivar a novidade sem dispensar a disciplina. Fui. Voltei. Fui e voltei milhares de vezes, mas o retorno era, e é, sempre novo, melhor e mais fortalecedor.

Amadureci um tantinho, mas guardei uma porção criança - infantil e chata às vezes, encantadora e curiosa em outras - descoberta pelo homem com quem vivo hoje, de olhar atento e coração entregue. É, tem coisa na vida que a gente descobre e luta para vencer sozinho, mas há outras que só com o convívio é possível deixar vir à tona e se esbaldar na delícia de desvendar, sob olhar alheio, aquilo que a gente não enxerga porque já se acostumou demais consigo ou porque tem vergonha de admitir, ou porque tem mania de se auto-julgar pior do que é.

Meu aniversário está chegando e há algumas semanas tenho feito uma avaliação sobre como aprendo e sobre o que construo todos os dias. Depois de tanto tempo avaliando em débito minha vida, o saldo que trago hoje é altamente positivo e seguro. No final dessas contas, sim, tenho o maior orgulho de assumir que sou honesta nos meus propósitos, forte no meu desejo de ser feliz, atenta, amiga, companheira. Cri-cri muitas vezes, rigorosa demais, nadica de rasa, nem adianta tentar me enganar que não rola.

É, minha gente, feliz aniversário pra mim. Não é que eu mereço?


PS: A imagem acima é da flor de Acácia Imperial

Um comentário:

Hildete Barros disse...

Essa planta é linda demais, tentei plantar aki na porta de nossa casa, mas não vingou, q/ peninha, vou tentar outra vez.Parabéns minha filha por vc perceber o mundo, te amo. BJS e boa noite.